A dor é a manifestação primordial da vida. Tudo o que fazemos é para atenuar essa dor. A felicidade suprema seria a ausência total de dor. Eis uma tentativa de contribuição para minorar esse sentimento … Como naquela expressão inglesa: I have my moments, em resposta à pergunta, Are you happy?

segunda-feira, junho 04, 2007

Só … crates, no governo e no partido

Ao ler o “Retrato da Semana”, de António Barreto, no Público, de 27 de Maio, com o titulo “Enfim, só!”, sobre Sócrates, a minha mente afigurou um mosaico de fotografias, do tipo daqueles que aparecem naqueles documentários televisivos sobre “companheiros de luta” de determinados líderes mundiais históricos, que entretanto se tornaram incómodos e foram "afastados" de uma maneira ou outra.

4 comentários:

Sem Quorum disse...

Com tantos cromos como estes, como podia Portugal progredir? E é desta matéria que se faz o partido mais votado pelos portugueses... A democracia é demasiado exigente para cidadãos tão amorfos, acéfalos e ocos!
Abraço,
ALM

Ai meu Deus disse...

alguns destes continuam bem próximos (no apoio que lhe dão e até nas asneiras que dizem: recordo aquela tirada sobre as bombas terroristas sobre a ponte) do José Pinto de Sousa. Duvido de que esteja tão só, mesmo sendo crates.

Abraço.

al cardoso disse...

Ouvi dizer que ele tambem alinha naquela que diz: "Mais vale so que mal (ou bem) acompanhado"!!!

Um abraco do d'Algodres.

O Micróbio II disse...

E estarão aí todos?