A dor é a manifestação primordial da vida. Tudo o que fazemos é para atenuar essa dor. A felicidade suprema seria a ausência total de dor. Eis uma tentativa de contribuição para minorar esse sentimento … Como naquela expressão inglesa: I have my moments, em resposta à pergunta, Are you happy?

segunda-feira, maio 07, 2007

Tenho 18 anos e a 4ª Classe ...


Muitas vezes somos criticados por ser muito negativistas em relação ao nosso país e às nossas coisas. E então quando falamos das instituições públicas, mais duras são as críticas.
Mais uma vez tenho pena de ter vergonha das nossas gentes ou devo dizer agentes ou melhor ainda, guardas. Mais precisamente da Guarda Nacional Republicana.
Acabei de ver umas imagens que me envergonham como português. A estação de televisão britânica ITV captou umas imagens da suposta vigilância fronteiriça de elementos da GNR. Isto, em relação à tentativa de encontrar a pequena Madeleine McCann que desapareceu no Algarve.
Estes guardas são filmados a abrigarem-se de uns aguaceiros no seus veículos enquanto os muitos automóveis atravessam a fronteira sem ninguém lhes por o olho, e quando acaba a chuva os ditos saem dos veículos de patrulha e viram-se uns para os outros para porem a conversa em dia, sem olhar para os carros que passam …
Já não digo que façam uma operação stop (que seria o mais aconselhável, penso eu), mas pelo menos dar uma olhada para os carros que passam para ver se há alguma coisa suspeita …
A imagem que tenho em relação às nossas forças policiais estava a melhorar há uns tempos para cá, mas aquelas imagens decepcionaram-me.
Já não tenho aquela visão dos bigodes pançudos que não fazem nada, embora os haja.
Agora não são só esses que fazem nada. Pelos vistos são também os altos e esbeltos de óculos de sol, todos estilosos.
Receio que esta generalização tenha razão de ser. Não será de admirar de facto que os desaparecimentos sejam um dado adquirido e ficam por aí mesmo. Nunca mais se encontram as pessoas, a não ser que consigam sobreviver e fugir ou então que um familiar do raptor estranhe a situação e comunique às autoridades.
Gostava muito que encontrassem a Maddie e que soubessem o que foi feito à pequena Joana e ao rapazito (homem agora) de Lousada e …
São investigações difíceis, eu sei. Mas custa assim tanto haver um verdadeiro esforço por parte de todos os profissionais envolvidos? Será que não se preocupam com as pessoas?
Maus profissionais! Foi o que vi hoje.
Podem não ter grande esperança de a encontrar mas se não tentarem …
Triste e vergonhoso …
Ter aqueles senhores naquele posto e bonecos como o da imagem com um uniforme …

Faz-me lembrar a canção antiga, de teor irónico, dos Grupo Novo Rock (GNR) …

PS. No outro dia, num restaurante, ouvi um senhor, que tinha acabado de atender o telemóvel, a gabar-se de que a pessoa no telefone era um amigo da PSP que o queria avisar que haveria uma operação stop na zona de Coimbra a partir das 22h00, sabendo que este iria para essa zona … depois do jantar. Jantar esse que parecia estar a ser bem regado.
Por certo haverá muitos profissionais dignos desse nome nas forças policiais, mas alguns mancham a farda criando descrença, desmotivação e desconfiança.

4 comentários:

O Micróbio II disse...

"Por certo haverá muitos profissionais dignos desse nome nas forças policiais, mas alguns mancham a farda criando descrença, desmotivação e desconfiança."... é curioso, é exactamente o que eu penso de muitas profissões, como por exemplo dos professores!

morffina disse...

Tens toda a razão Micróbio. Já agora qual é a tua?

Sem Quorum disse...

Com os salários baixos que recebem os soldados da GNR e os agentes da PSP, já não é mau lá irem apresentando-se com a farda sem suspeitas nódoas de tinto ou manchas de aguardente... Sem treinos de tiro e andarem com armas, já é bom andarem sóbrios!
Abraço,
ALM

O Micróbio II disse...

Fica a informação: consultor nas áreas da qualidade, ambiente e segurança / formador / gestor de projectos.