A dor é a manifestação primordial da vida. Tudo o que fazemos é para atenuar essa dor. A felicidade suprema seria a ausência total de dor. Eis uma tentativa de contribuição para minorar esse sentimento … Como naquela expressão inglesa: I have my moments, em resposta à pergunta, Are you happy?

terça-feira, maio 22, 2007

Rigor Caricatural








É o tipo de gente
Que anda na frente
De um país indigente

De socrática inspiração
Com tiques de mandão
Zelosa funcionária fez então

O que muitos acham incrível
Comportamento de baixo nível
E suspende um docente temível

Qual regime taliban afegão
Pegou na orelha com um safanão
Rir em público é crime … oh não!

Quando o grande líder engenhocas
Pasme-se, é alvo de jocosas bocas
Sai em sua defesa uma benzocas

Coitado do nosso Charrua
Tramado por uma maria de rua
De consistência cerebral crua

Quis mostrar serviço neste ambiente
Para quem desmanda e mente
Essa corja ignóbil evidente

Pedreiras, Milus e Lemos
A quem um voto demos
Na educação estão e vemos

A mandar nos Charruas mil
Deste pântano ranhoso e vil
Que é um ensino imbecil

Tal maria moeda mexicana carece
Epidemia que a sua chefe padece
E cuja cura não merece

Apenas queremos que alguém
De bom senso termine porém
Esta insensatez e desdém

Essas marias de ninguém
E mais mandantes de Belém
De obra feita, nada por aí além

Não sabem de educação
De saúde também não
Engenharia nem se fala … Pois não?

Resta-nos colegas tentar
A nossa Escola dignificar
E a nossa cabeça levantar

Temos o direito e o dever
Sem medo de nos suspender
Este país modificar e ter

Um país de livre expressão
Será sempre o diapasão
De revolução e evolução

4 comentários:

Ai meu Deus disse...

"Pedreiras, Milus e Lemos
A quem um voto demos"

Ah! também votaste neles... ;-)

al cardoso disse...

Espressamente ficou expresso, que cada vez temos menos livre expressao!!!

Um abraco do Al d'Algodres.

Sem Quorum disse...

Os aldrabões compulsivos nunca me enganaram!
Abraço,
ALM

O Micróbio II disse...

"Um país livre de expressão
Será sempre o diapasão
De revolução e evolução"
Venha daí mais uma greve
que a estas eu não consigo dizer "não"...