A dor é a manifestação primordial da vida. Tudo o que fazemos é para atenuar essa dor. A felicidade suprema seria a ausência total de dor. Eis uma tentativa de contribuição para minorar esse sentimento … Como naquela expressão inglesa: I have my moments, em resposta à pergunta, Are you happy?

sábado, junho 03, 2006

acrescentando


vou
respirando
ofegante confiante
esganado zangado alegre
vendo
cegamente claro
embriagadamente sóbrio
lucidamente enublado
ouvindo
tontamente interessado
desinteressadamente atento
concentradamente distraído disperso
lendo
profissionalmente aborrecido
avidamente faminto
falando
oralmente gestual
visualmente expressivo
embrulhadamente vago
pensando
existindo
passivamente
participativamente morto
efusivamente revolucionário
teimosamente conservador
socialmente aspirante
indubitavelmente existente
poeticamente ridículo
vou
sentindo sobretudo
ferozmente agradecido a Amigos
amando a minha Família
profundamente
sendo
divinamente liberto
estupidamente resistente
temporariamente presente

5 comentários:

O Micróbio II disse...

estando
visivelmente espantado! :-)

Sem Quorum disse...

acometido de uma comoção
por tão alegre tristeza
murmurando aos botões
a forte firmeza
a tão grande certeza
de contar os tostões!

al cardoso disse...

Visitei-o atravez do Microbio II,
deixei-lhe la a resposta e, aqui tambem lhe deixo um abraco beirao.

AMPS disse...

...acrescentando

Lí e reli
as linhas e entrelinhas
não me surpreendi
a Vida
é complexa
sobretudo
para quem a vê
com um olhar
profundo

Um grande abraço
AMPS

Ai meu Deus disse...

...ou mais temperamentalmente, ao jeito do poeta (o Joaquim Pessoa): "Ó caralho! ó caralho!"

Abraço