A dor é a manifestação primordial da vida. Tudo o que fazemos é para atenuar essa dor. A felicidade suprema seria a ausência total de dor. Eis uma tentativa de contribuição para minorar esse sentimento … Como naquela expressão inglesa: I have my moments, em resposta à pergunta, Are you happy?

quinta-feira, fevereiro 15, 2007

Qualidade de Vida Devida


Apesar de não haver razão para festejos

Para saltos, cânticos, abraços e beijos

Como se viu por aí em muito local

O século XXI de facto chegou a Portugal


Com muitos a chamarem Assassinos

Aos Portugueses, Europeus e Americanos

Qual avestruzes a cabeça a enfiar

No buraco à medida e sem alongar


Devo dizer que me sinto satisfeito

Neste instante particular de direito

De ser Português e Europeu civilizado

Mais sensato, realizado e animado


Viva a racionalide e transparência

Viva a honestidade e inteligência

Pois das trevas Portugal saiu

E no abismo o Não caiu


Lugar que condiz com o seu ser

Pois de tanto a vida defender

Esquece-se dos que cá sofrem

E de tanta vida morrem

12 comentários:

O Micróbio II disse...

"Viva a racionalide e transparência
Viva a honestidade e inteligência"... pensava que nos actos democráticos respeitavam-se opiniões e que os carimbos desapareciam... ingenuidade a minha! Com a morte termina o verso e com a morte te vanglorias... :-)

morffina disse...

É a minha opinião. E não vanglorio-me com a morte, só com a diginidade das vidas.
Lamento que tenhas interpretado de tal forma, mas é uma interpretação legítima, já que nas "obras de arte" (desculpa-me a presunção) cada pessoa recria-as à sua maneira.

Um abraço sincero para ti
MF

O Micróbio II disse...

Então podemos concluir que é uma "opinião-obra de arte"... e assim crias um caso complexo: no caso de obras de arte cai-se na perspectiva do gosto e, diz o povo e muito bem, "gostos não se discutem"... mas as opiniões podem-se discutir. Em que ficamos? :-)

david santos disse...

Olá!
Pode ser discutível, aliás, o que só fortalece qualquer trabalho, mas eu estou muito de acordo com o texto. É que nós aqui para as beiras também temos ideias. E esta é uma ideia ou ideias, na minha perspectiva, claro, no mínimo interessantes.
Parabens.

Conceição Bernardino disse...

Bom dia,
“os sonhos são como o vento, sentimo-los, mas não sabemos de onde vêm nem para onde vão” – Frase de Augusto Cury...

Vale apena pensar nisto, nos seus sonhos, faça deles a realidade da existência.
Belo
Bom fim-de-semana
Beijinhos
Conceição Bernardino
http://amanhecer-palavrasousadas.blogspot.com

Sem Quorum disse...

Na democracia é o povo que deseja;
às vezes é ponderado o seu voto
quando às malvas manda a igreja,
e ganha o cidadão ao devoto!

Abraço e bom fim-de-semana!
ALM

morffina disse...

Tudo pode ser discutido, caro amigo, Micróbio.
Aliás, por vezes, discuto comigo próprio qual lunático a percorrer às ruas a bradar aos céus.

Jofre Alves disse...

A poesia é umas das formas mais inteligentes de cultura e criatividade, aqui de braço dado e enquadrado com o mais fino gosto. Óptimo fim-de-semana.

al cardoso disse...

Embora creia que se deve evitar o aborto, creio que uma legislacao que proteja as mulheres que o facam, esta dentro da chamada "modernidade " democratica!

Por isso tambem saudo uma nova lei que nao condene as mulheres e permita abortos sem perigo, o resto e a consciencia de cada um, que e privada.

Um abraco d'Algodres.

Kalinka disse...

A vida é só uma…breve ou longa, é uma incógnita!
Numa de minhas imagens recentes, mostro uma espécie de relógio que significa o «tempo», e ele é muito importante em todas as vidas. Perseguir e alcançar a felicidade é o sonho humano mais desejado, pois todos temos direito a um quinhão de felicidade.
Partilha comigo esta busca, perseguindo também a Felicidade.

Lamento não poder visitar este lindo espaço (blog) durante a semana, mas, a promessa de cá vir ao fim de semana mantenho-a.

Beijokas.
Adorei descobrir o seu espaço.

BOM CARNAVAL.

Kalinka disse...

Uns posts atrás li:
Na cidade das minhas raízes familiares, há alguns anos atrás, tanto na Phillips como na Yazaki Saltano e antes disso na F. Ramada, Efacec e outros, em hora de entrada e saída, dos diferentes turnos, o número de pedestres, bicicletas, carros e autocarros era de uma quantidade tal que superava a hora de ponta de muitas localidades.

ESTAVA LENDO E A PENSAR COM OS MEUS BOTÕES...esta descrição parece-me de OVAR e, fui lendo até ao final e era mesmo de OVAR - também cidade das minhas raízes maternas...!!!|
O Mundo é pequeno...

Ah...e o famoso CARNAVAL de OVAR...
terra de grandes festejos carnavalescos.

BOM DOMINGO DE CARNAVAL.

Conceição Bernardino disse...

Olá,
“ Somos a ponte para a eternidade,
Formando um arco sobre o mar,
Procurando aventuras para nosso regozijo,
Vivendo mistérios, optando por calamidades,
Triunfos, desafios, apostas impossíveis,
Pondo-nos à prova uma e outra vez,
Aprendendo amar.”
Excerto de “Richard Bach”

É com esta força que renasço todos os dias, para continuar a minha caminhada...
Espero que gostem deste pequeno presente.
Beijinhos, que a escrita nos una!
Conceição Bernardino

http://amanhecer-palavrasousadas.blogspot.com