A dor é a manifestação primordial da vida. Tudo o que fazemos é para atenuar essa dor. A felicidade suprema seria a ausência total de dor. Eis uma tentativa de contribuição para minorar esse sentimento … Como naquela expressão inglesa: I have my moments, em resposta à pergunta, Are you happy?

quarta-feira, abril 09, 2008

Síndroma de Estocolmo (Stockholm Syndrome)



Síndroma de Estocolmo
Raptou-me e cativou-me
Cidade sorridente de olhos azuis
O seu Sol de cabelos loiros soltos
Espelhados nas lágrimas do gelo
Derretidas pelo amor da Primavera

Stockholm Syndrome
She abducted and enraptured me
Smiling blue-eyed city
Her loose blond-haired Sun
Reflected in the tears of the ice
Melted by the Spring
love





A minha apreciação da Ilha do Tronco (Estocolmo)

Mais
Simpatia
Beleza
Arquitectura

Cultura
Espaços verdes


Menos
Frio
Não adesão ao Euro
Alguma desorganização (surpreendente)
Fecho de estação central das 00.30 às 03.30
Falta de metro depois das 02.00 (?)

My opinion of the Island of the Tree trunk (Stockholm)

Plus
Friendliness
Beauty
Culture
Architecture
Parks and sightseeing paths

Minus
Cold
Non Euro country
Somewhat disorganised in certain places (surprisingly)
Central station closed from 00.30 to 03.30
No underground (subway) after 02.00 (?)

3 comentários:

O Micróbio II disse...

Ena... o amigo foi passear!! É sempre bom apanhar com outros ares... Estocolmo não está nos meus horizontes para já, fiquei vacinado contra nórdicos numa viagem (integrada no mestrado que andava a fazer na década de 90) a Oslo... mas vou ter de ir para esses sítios muito em breve, já que prometi aos meus sobrinhos que os levava à terra do Pai Natal, situada (comercialmente falando) na vizinha Finlândia. :-)

Sem Quórum disse...

Na coluna sobre o «mais» esqueceste-te de acrescentar... «suecas» :)

david santos disse...

Excelente trabalho, Morfina!
Parabéns.